Google+ Followers

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Dinheiro ou Poder?


Muitas vezes, flagro meu espírito em reflexões sobre o que está acontecendo com a igreja. E escrevo igreja com "i" minúsculo, porque a Igreja (com "I" maiúsculo) mantém-se a mesma ao longo dos séculos, pautada nos princípios bíblicos, nas verdades eternas do evangelho de Jesus Cristo, ainda que as pessoas vivam cada qual em sua época.
Acredito que o mal não reside apenas no dinheiro, como se vê nas instituições que se deixaram dominar pela Teologia da Prosperidade. O problema agrava-se quando os homens são tomados pelo desejo exacerbado pelo poder, deixando-se embriagar pelo brilho e benefícios que ele oferece, em lugar de buscarem a vontade e a glória do Senhor.
Neste caso, começam a acreditar que sabem, podem e têm mais do que qualquer outro e começam a acreditar que são os "salvadores da pátria", que possuem a solução para tudo e que são os legítimos representantes divinos para conduzir a obra (de Deus ou dos homens?) adiante, sem que o Senhor da seara os tenha comissionado para tal.
O engano, a hipocrisia, as negociatas e conspirações fazem parte do rol de suas atitudes, mas estão extremamente cegos (ou será que não?) para perceber o que estão fazendo, passando a achar que tudo é um projeto divino.
Andam por caminhos tortuosos e bebem de fontes rotas. Mas, pior ainda, é que levam junto consigo, o rebanho que sequer é seu.
Como se vê, meu amigo e irmão, é o fim, é o fim. Só podemos dizer: Maranata! Ora vem Senhor Jesus.

Nenhum comentário: